14.4.09

Heroes - 3x21 - 1961!


Comentários do episódio ''1961'', spoilers abaixo!

Um dos episódios mais esperados pelos fãs de Heroes era esse, 1961 focado no passado de Ângela Petrelli. Bem ao estilo dos flashbacks que rolam em Heroes mesmo, na maior parte do episódio vimos o passado da mama em preto e branco e acabamos descobrimos como foi que a tal Companhia que assombrou a rapaziada nas duas primeiras temporadas foi formada. Algumas coisas foram insatisfatórias, outras coisas foram bacanas de ver e se não fosse por alguns pequenos detalhes esse teria sido o melhor episódio da temporada!

Em 1961 o governo americano já tinha tomado decisões sobre o quê fazer com pessoas que possuíam super-habilidades, em uma espécie de campo de concentração, eles confinavam mutantes e faziam experimentos com eles, visando entender mais essas pessoas tão especiais. Quem estava por trás dos experimentos era o pai de Mohinder, Chandra Suresh.

Também no flashback (Alias, a garota que interpretou a Mama Petrelli era MUITO gatinha =P) descobrimos como foi que Ângela conheceu os pioneiros do quê viria a ser a Companhia. Quem liderava a galera era Charles Devaux (pai da Simone), Linderman(esses vocês ainda lembram, né?) e Bob (para os mais relapsos, o pai de Elle) que mais tarde se juntaram à Ângela e acabaram unindo forças.

A tal irmã da Ângela foi mais uma vitima das suas mentiras, ela pagou o pior preço por isso, acreditou na mentira contada pela irmã em 1961 e acabou passando 50 anos da vida dela vivendo ali, no meio do nada, sozinha. Evidentemente que ela ficou louquinha de pedra, e após conversar com a irmã ela resolveu fugir. Sinceramente Alice foi uma personagem um tanto quanto sem graça,nada agregou a série poderiam ter bolado um desfecho mais interessante para a personagem, o fato dela ter conseguido sobreviver ali sozinha durante tanto tempo é meio ridículo, mas sem em Lost temos Rousseou em Heroes temos Alice né? =P

O quê aconteceu, aconteceu! Parece que isso funciona bem em Heroes também né?!
Pelo visto não adiantou em nada os super-heróis terem ‘mudado’ o futuro no final da primeira temporada, porquê o quê vimos no final desse episódio foi Sylar assumindo a personalidade de Nathan e dominando a Casa Branca. E agora hein?! Será que alguém ainda consegue controlar esse vilão?! Acho difícil.

-

Uma coisa que eu achei super bacana nesse episódio foi o lance das meias. Para quem não lembra, no começo do episódio piloto em uma das primeiras cenas da série, Peter vai buscar a Ângela na cadeia porquê ela havia roubado....MEIAS! Grande Fuller, duvido que Tim teria percebido esse detalhe tão pequeno e traria como referência duas temporadas depois!

Espero que o Mohinder nunca mais volte né?! Vai lá se encontrar Mohinder vai...tome seu tempo!

5 Comments:

João Martins/Angel said...

Adorei o blogue!
Sou de Portugal e vi hoje esse episodio! Vou começar a comentar agora todos os dias xD EHEH

Bem... eu amo Heroes se bem que confesso que ele realmente tem os seus altos e baixos e ha coisas que ja nao se aguentam como a inifinita dor da mama "eu amo os meus filhos, sou super heroina mas quero matar todos".

Gostei do episodio, adorei as actrizes que fizeram de Alice e de Banana (xD).

Nao gostei dos poderes de Alice (toda aquela ideia de Storm e boa maaaas... nao sei... faltou algo e raios a aparecer do nada... meio fraco)

Nao vi o Sylar hj ='/ PENA! LOL

Estou com saudades de uma boa luta como quando havia quando a Elle bombava (eu amo a Elle xD).

E gostava tambem que daqui para a frente eles tentassem desconfundir de uma vez por todas e começassem a lutar por algo actual e nao por coisas do apssado. Vao ter com o Sylar, sejam mortos, mas lutem xD ACÇAO pessoal xD LOL Juntem-se todos e façam algo que dê gozo ver.

E pronto... How I Met Your Mother? Nao passa aqui? EU SIMPLESMENTE AMO A SERIE xD ^^
Inte*

Petter said...

@João Martins Angel, concordo contigo em alguns pontos. Ás vezes dá raiva de ver a Mama Petrelli com aquele discurso de quê ama os filhos, mas volte e meia ela sempre tá aprontando, realmente isso enche o saco.

Também sinto vontade de ver todos os herois tentando combater alguma ameça atual e todos juntos, assim como no fim da primeira temporada, seria muito bom.

Quando à sua pergunta sobre How i meet your mother eu não entendi direito, é se HIMYM passa aqui no Brasil? Bom se for isso passa sim, e tem uma grande legião de fãs, eu sou um deles inclusive.

Vejo a série sempre e não perco um episódio, só não comento aqui no blog, porquê não vejo motivo para comentar sitcons que são geralmente bem simples né?!

Forte Abraço, espero mais acessos =)

J.J. said...

Eita .... mais uma correção de Fuller. Novamente ele transforma o fracasso em uma luz no fim do tunel.

O episodio foi muito bom. Da pra notar a diferença dele no roteiro.

Mas eu sei q o finale será melhor. Eu confio em Bryan Fuller!!

João Martins/Angel said...

ahhh
Ok ok!
Eu adoro a serie xD amo! xD

Adelson (TD Séries) said...

Olá, Petter!

Comecei meu post no TD Séries dizendo que estava em dúvida se o episódio tinha sido pura enrolação, ou um dos clássicos de Heroes. Vejo que você ficou com a segunda alternativa!

Eu não gostei. Até achei interessante ver o início da Companhia, ver Angela, Deveaux, Bob e Linderman jovens, mas fiquei com a sensação de que tudo caberia em 5 minutos de episódio.

E, faltou Sylar!

Um abraço!