14.7.09

True Blood | Shake and Fingerpop


Comentários do episódio 'Shake and Fingerpop' de True Blood, spoilers abaixo!

Mais um episódio sensacional de TRUE BLOOD. Novidade nenhuma, a série é ótima, nunca perde o fôlego e eu nunca me canso de dizer que é a melhor coisa atualmente no ar.

O episódio 4 da temporada veio com tudo. Eu sabia que a road trip para Dallas renderia em ótimas situações. Não preciso mais ficar ressaltando toda semana aqui no blog, o quanto a Jessica fez bem para a série né? É de longe a personagem mais divertida e sem noção da série e que acaba rendendo os melhores diálogos. Vai dizer que você não riu quando ela ficou presa dentro do caixão e aflita querendo sair dele? Demais.

Apesar de estar uma grande enrolação esse lance da Maryanne eu ainda não me senti incomodado não. E nem acho que já ta na hora de descobrirmos o quê realmente é aquela mulher. Não sei mas acho que to gostando desse mistério envolvendo a personagem. Ela parece ser tão gente boa mas ao mesmo tempo que você fica encantando com tanta bondade dela, logo lembra que ali tem coisa. E das ruins, só nos resta saber o quê diabos ela tanto esconde? Alias, suas festas são as melhores. Só pra constar!

O Jason anda sendo testado a ferro e fogo. Tá na cara que ele odeia toda aquela doutrina que a Fellowship Of The Sun prega e quer mais mesmo é dar uns pegas na Sarah, mulher do pastor. Que diga-se de passagem tem cara de bitch e tá dando muito mole pro Jason, duvido que ele não se envolva com ela até o final da temporada. Fiquei curioso para saber como essa liga dos soldados vai funcionar, será que a igreja anda planejando uma rebelião contra os vampiros?

Achei estranho o lance do Erick querer ajudar o Lafayette. Ainda mais dizendo que só ajudou porquê a Sookie gosta dele. Será que anda rolando clima aí? Sei lá, só sei que o Erick chegou muito rápido em Dallas, senhor jatinho vampiresco hein.

Ah e só pra terminar, voltando a falar de Dallas, o final do episódio foi sensacional. Impossível não rir com a Jessica contratando um vampiro de programa (haha) e indo atender a porta toda arrumada.

O mais bacana de tudo é que agora o tal de Barry (que é um personagem do livro) entrará na história e pelo que vimos ele tem o mesmo poder da Sookie. Já estou me roendo de ansiedade para ver os próximos episódios que com certeza serão sensacionais e mais surpreendentes que esse!
---
Adorei os caixões 2.0. Show!

3 Comments:

Lilica said...

Vou baixar e depois comento! hehe! Mas tenho adorado True Blood!

Beijooooo Peter!

Dan Artimos said...

episódio fantástico, mas ainda não postei no blog, vou deixar para mais tarde...

a série vai ficando cada vez melhor... Sookie e agora Barry é foda... e em Dallas as coisas esquentam muito... espero que fique melhor do que no livro...

Agora quanto a Maryann, vcs ainda não somaram "a + b + google"????

Paulo Roberto Montanaro said...

Foi realmente um ótimo episódio, onde tudo vai se desenhando. Vimos um minotauro, a ferida que abre nas costas das mulheres, dentre ela Daphne, e vimos tbm, como era de se esperar, (possíveis spoilers) que ela e Maryann são a mesma coisa. Agora, fica a pergunta de o porque que ela faz as pessoas ficarem mais soltas ao mesmo tempo que as fere. E também porque ela colocou Daphne no caminho de Sam. E se foi antes ou depois de as duas se encontrarem no bar. Na verdade, sobram muitas perguntas, mas as três narrativas são essas apresentadas: Jason e o fanatismo religioso, Dallas e o núclio de Bon Temps. Será uma temporada e tanto!

Há braços