6.3.09

Lost - 5x08 - LaFleur!


Comentários do episódio ''FaFleur'' de Lost, spoilers abaixo!

Então né gente, o Locke girou a ilha e Sawyer, Juliete, Miles e Jin foram parar de fato em 1974. Claro, antes disso os produtores brincaram com a gente, nos mostraram por uma fração de segundos – que raiva que eu fiquei – uma das misteriosas estátuas que todo mundo quer saber o quê diabos quer dizer, mais pelo visto vamos ficar um bom tempo sem resposta. Logo após ver a estatua lá em cima, a ilha vai para 1974 e de fato fica por lá.

Eles conhecem Horace – lembram dele? – e inventando uma conversinha fiada, Sawyer consegue enganar o cara, fazendo com quê eles fiquem na ilha esperando John voltar com os Oceanic 6. Confesso que as idas e vindas desse episódio me irritaram profundamente.

Depois de um tempo, eles acabaram conquistando a simpatia de Horace e do pessoal da ilha. Logo Sawyer ou melhor dizendo Lafleur se tornou chefe da segurança do pessoal, Juliette mecânica (oi?) Jin motorista (?) e Daniel e Miles...bom continuando...

Acabou que as duas semanas que Sawyer pediu para Juliette esperar, acabaram virando anos, e quando os anos se passam as coisas mudam e as coisas acontecem, tanto é que o casal mais improvavel da série acabou acontecendo também. Sim, agora temos um quadrado amoroso, uma vez que Juliette e Sawyer formaram um belo casalzinho.

Quando o cara descobre que os 6 chegaram na ilha, através de um telefone de Jin, o cara fica super empolgado tanto que nem avisa para Juliette tal noticia. Ele queria mesmo era ver Kate, a mulher que ele de fato ama e estava morrendo de saudades.

Agora...posso falar?! Que episódinho chatinho hein? Só foi interessante porquê agora o triangulo mais legal da série virou um quadrado amoroso. Me amarrei, sério!

*

Falha grande da produção mostrar uma criança ruiva e serelepe dando indícios que esta era Charlotte sendo que Charlotte como todo mundo sabe nasceu em 1979 e veja bem a ilha se encontrava em 1974...é gente Lost também erra.

7 Comments:

Dan Artimos said...

nossa, eu não achei chatinho, pelo contrário, adorei ver o que aconteceu com cada um nos três anos em que os Oceanic Six ficaram fora, mas se eles tivessem ficado longe da Dharma seria melhor, pois teriam que sobreviver na selva, a la Danielle Rousseau...

dúvida, o que houve com Bernard, Rose, Vincent...

Lilica said...

Eu gostei do episodio!

Achei que explicou algumas coisas... a estatua de 4 dedos por exemplo, eh soh uma representação egipcia e muito provavelmente o que a fez se partir foi a passagem dos losties por la, visto que o ultimo flash causou um terremoto.

Ai entra a questão... sera que os losties estavam destinados a viver isso tudo para o futuro acontecer do jeito que conhecemos????

Eu tenho uma grande suspeita que sim.

A questão shipper, logico que amei o casal, mas preferencias a parte, acho que jogar Suliet nessa altura do campeonato foi a solução encontrada pelos produtores para satisfazer os fãs de Sawyer.

Raciocinio. Eles dizem que desde o inicio a historia está escrita, e desde o inicio fica clara a interação Jack e Kate. Surgiu Sawyer conquistou fãs, que passaram a torcer por ele e Kate. E o que era pra ser apenas um ingrediente pra apimentar acabou se tornando um problema com os fãs.

Eu sempre tive a suspeita que Adao e Eva é Jack e Kate. Se isso for verdade, o casal jate se torna essencial para amarrar a mitologia da série. O que fazer com Sawyer e sua legião de fãs Skaters????

Dar a eles algo melhor: Suliet. E assim todos ficam satisfeitos.

Não eh de hj que andam queimando a Kate, fazendo dela a vilã da historia. Tudo estrategia.

Lógico que ainda vai ficar aquela lenga lenga de olhares e suspiros, e a Kate vai ficar cd vez mais queimada em relação ao Sawyer. A Juliet eh querida, fez o Sawyer feliz, ela chega e dá de cima do marido dela atrapalhando a felicidade do cara pra ficar dividida entre ele e Jack???

Nenhum fã do Sawyer vai aceitar isso.

Eu vejo Suliet como a solução do triangulo.

Beijooooooooooo Peter!

David said...

Boa crítica apesar de eu ter gostado bastante do episódio, e já agora quem disse que aquela criança é Charlotte? Pode ser irmã, pode até nem ter nada a ver... Agora dizer que lost tambem erra sem seber se a criança é realmente Charlotte...

THIAGO PAULO said...

Olá, sério que você acho chatinho, tá todo mundo falando que foi muito bom. Pelo que eu li, foi um episódio que exigiu muita atenção, porque as indas i vindas no tempo pode confundir. Vou querer vê-lo o mais breve posssivel!

Abraços... E vou ficar no aguar pelo comentários de Namaste.

KA said...

O Peter!!!!!! Eu achei uma graça, fofo, lindo!!!!!!! Amei, na verdade!!!
É que há tempos torcia pelo casal James e Juliet! Porque adoro James, acho um personagem essencial para o carisma da série. E sério: detesto a Kate e seus joguinhos de adolescente...Juliet é muito mais mulher, mais meiga, mais inteligente!
E tambem curti porque gosto muito da trama psciológica, do lado humano dos personagens.
Ve de novo vai...do lado na namorada, com climinha...vai curtir, hehehehehehe
Bjs
PS - to fazendo meu comentario lá no Defenda. Até o fim do dia ta no ar...

Adelson (TD Séries) said...

Olá, Petter. Desta vez, fiquei do lado da maioria e achei este episódio fantástico! Ótimo mesmo.
De uma forma ágil e interessante, alguns mistérios foram solucionados - como a relação anterior entre Charlotte e Faraday.
Sacanagem foi terem mostrado a estátua dos quatro dedos apenas por alguns segundos! Meu receio é que os roteiristas já tivessem se esquecido dela.
Acredito que teremos ainda ótimos episódios pela frente.

J.J. said...

Ohh episodio bom esse. Cara fiquei muito feliz com o retorno e o encontro d todos.

E viva Saywer e Juliet. espero q vivam felizes os dois merecem.